top of page
  • Foto do escritorGabriel Berger

O que está por trás do POP no manejo florestal

O Procedimento Operacional Padrão é o ponto de partida para a realização de um trabalho seguro e de qualidade.


Imagem do Gabriel Berger passando instruções para os alunos do métedo Gema


O Procedimento Operacional Padrão (POP), conhecido também como Procedimento Executivo, é um documento formal, normativo e descritivo, que tem por objetivo estabelecer em detalhes as etapas de execução de determinada atividade.


Quando tratamos do manejo florestal e da segurança do trabalho, esse documento, construído pelos setores responsáveis da empresa, tem por fim padronizar processos como uma forma de estabelecer um ambiente seguro para as equipes de trabalho, desde o preparo da atividade até a finalização completa do serviço.



Para que serve o POP


O ideal é que o POP seja construído com a participação ativa de todos os envolvidos na atividade, desde a alta direção até o operacional. Ninguém melhor para opinar sobre a eficácia do procedimento do que quem o executa todos os dias. As sugestões da equipe de campo também devem ser utilizadas para revisões e atualizações nos POPs. Dessa forma, é possível estabelecer um ambiente de confiança e cooperação entre os setores responsáveis, o que contribui para o cumprimento das normas e a execução de um trabalho seguro.


Outra função importante do Procedimento Operacional Padrão é servir de base para qualquer treinamento operacional que seja realizado com as equipes de manejo, ou seja, é ele que vai ditar o programa de capacitação, já que as operações padronizadas são essenciais para manter resultados previsíveis e minimizar as chances de desvios, falhas e erros.



A construção do POP envolve basicamente 2 etapas:


1. Etapa estratégica:

  • Os objetivos do documento;

  • As definições e expressões adotadas na atividade (o documento só será realmente efetivo se for compreensível para todos os seus usuários);

  • O campo de aplicação, incluindo, por exemplo, se o procedimento se aplica somente à matriz e/ou filial, apenas a colaboradores próprios e/ou também a terceiros;

  • As responsabilidades de cada pessoa/colaborador envolvido e;

  • As referências utilizadas (considerando a execução integrada de inúmeros processos que se relacionam direta ou indiretamente).


2. Etapa descritiva:


Essa é a fase mais importante, pois é aqui que será descrito o passo a passo para a execução da atividade. Tomemos como exemplo o uso da motosserra. Vamos enumerar, a seguir, pontos que não podem faltar, mas, dependendo da atividade e do segmento da empresa, eles podem ser ampliados:


  • Todos os trabalhadores devem possuir capacitação/treinamento para o uso da motosserra;

  • As motosserras movidas a combustão devem estar registradas e licenciadas junto ao órgão ambiental;

  • Diariamente, antes do início do turno, deve ser aplicada a lista de verificação da motosserra, equipamentos de proteção individual (EPI) e equipamentos de proteção coletiva (EPC);

  • Realizar a análise de risco, estabelecendo um adequado planejamento para a atividade;

  • Sinalizar e isolar a área onde estiver ocorrendo o manejo da vegetação;

  • As áreas de vivência devem, obrigatoriamente, estar fora do alcance da queda das árvores em um raio de 360 graus, ou seja, fora da área de manejo;

  • Devem ser determinadas rotas de fuga;

  • Observar distância segura entre os trabalhadores;

  • Controlar as forças que atuam na operação da motosserra (rebote, tração, repulsão);

  • Executar as técnicas de corte e manejo, levando em consideração as características das árvores em pé ou já em solo;

  • Inspecionar a motosserra (dispositivos de segurança, estado e tensionamento da corrente, chave liga e desliga, etc.);

  • Conferir o abastecimento da motosserra (gasolina, óleo 2T, óleo lubrificante para o conjunto de corte);

  • Ligar/partida da motosserra;

Entre outros itens considerados relevantes pela equipe.


Os POPs também devem prever eventuais problemas e emergências, como a ocorrência de um acidente, por exemplo. Os trabalhadores devem ser orientandos, no documento, sobre as medidas necessárias em diferentes cenários.


É preciso que fique claro que, antes de mais nada, o POP é um documento, ou seja, precisa estar dentro da estrutura e do formato adotados pela empresa, assim como precisa de uma validação formal, como um selo ou assinatura de um responsável.


Ficou interessado em saber mais sobre a Poda segura e correta de árvores? Separei esse vídeo para você! Como fazer uma poda de árvores correta





Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page