top of page
  • Foto do escritorGabriel Berger

O perigo invisível no manejo florestal em rede de energia

Atualizado: 27 de fev. de 2023

Seguir a ABNT NBR 15688, fazer um bom planejamento e ter sempre em mãos o procedimento de segurança da empresa estão entre as principais ações para reduzir os riscos de choque elétrico.


Foto de rua da cidade de Santa Cruz do Sul após manejo das árvores

O manejo de árvores em áreas florestais, sobretudo para fins comerciais, próximo a redes de distribuição de energia elétrica requer muita atenção e cuidado pelas equipes de corte, seja através do sistema mecanizado com auxílio de harvester ou semimecanizado com o uso da motosserra.


Além dos riscos inerentes ao trabalho, temos ainda um perigo adicional e invisível que é o choque elétrico. Podemos pensar também que no caso de uma árvore, durante o manejo, cair sobre a estrutura elétrica, teremos um desabastecimento de energia, podendo trazer sérios prejuízos para a população adjacente. Nesse caso ainda, os custos para o reparo da estrutura serão repassados para o causador do transtorno, ou seja, a empresa florestal, podendo chegar a R$ 10.000,00 para um vão de 50 metros aproximadamente.

Ilustração da ABNT NBR 15688 – 2012, que é a norma que trata do distanciamento das redes de distribuição aéreas de energia elétrica

E como podemos evitar ou minimizar os riscos dessa atividade? Em primeiro lugar, se observarmos ABNT NBR 15688 – 2012, que é a norma que trata do distanciamento das redes de distribuição aéreas de energia elétrica, vamos entender que existe uma faixa de segurança para redes de distribuição rurais de no mínimo 15m, sendo 7,5m para cada lado da rede. Nessa faixa, chamada de faixa de servidão, só é permitido o plantio de vegetação rasteira.


Caso seja preciso o manejo em uma árvore dentro dessa faixa, a atividade deve ser muito bem planejada e com a equipe bem preparada, como qualquer trabalho que envolve o corte de árvores. É muito importante que a empresa florestal além de manter os seus colaboradores em permanente capacitação e realizando periodicamente os acompanhamentos das atividades em campo pelos gestores, tenha um procedimento de segurança detalhado de tudo aquilo que é realizado em campo.


É nesse documento que estará descrito como o trabalhador deverá se comportar em campo em povoamentos próximos a rede de energia, a técnica de corte a ser utilizada e uso de equipamentos de proteção coletiva e individual, por exemplo.


Separamos um material incrível para te ajudar ainda mais.




Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page